Dallas Cowboys – Temporada da Expectativa

Tony Romo

Por Joao Glauco Martins Costa,

A temporada do dallas cowboy foi uma temporada abaixo da expectativa dos jogadores e dos fanáticos torcedores.
Por quê? Simplesmente porque o time teve apenas 4 vitórias e 11 derrotas. Mas o que levou a essa temporada abaixo da média?
Na semana 1 no jogo contra os Giants, o principal recebedor dos Cowboys Dez Bryant, sofreu uma fratura no pé e ficou cerca de 6 semanas fora.
Mas o Dallas seguiu e venceu seu segundo jogo contra os Eagles, mas essa vitória custou caro ao time, o QB titular Antonio Ramiro Romero, o Tony Romo sofreu uma lesão na clavícula esquerda, lesão essa que foi uma fratura tirando-o dos gramados por 8 semanas, daí vieram os problemas.
No jogo seguinte o QB back-up de Romo, Brandon Weeden entrou de titular e com Devonta Freeman inspirado e após uma interceptação de Weeden os Falcons venceram dentro do AT&T Stadium.

 

 

No jogo contra os Eagles, Tomy Romo recebeu um grande sack do LB Jordan Hicks (58) e resultou na quebra da clavicula do QB do Cowboys.
No jogo contra os Eagles, Tomy Romo recebeu um grande sack do LB Jordan Hicks (58) e resultou na quebra da clavicula do QB do Cowboys.

 

 

No primeiro jogo da temporada, o primeiro problema. Dez Bryant teve problemas sérios no tornozelo que o tiraram de parte da temporada.(AP Photo/Brandon Wade)
No primeiro jogo da temporada, o primeiro problema. Dez Bryant teve problemas sérios no tornozelo que o tiraram de parte da temporada.(AP Photo/Brandon Wade)

 
E as derrotas não param por ai depois dessa derrota vieram mais 7 derrotas consecutivas para o time de Dallas. Dessas 7 derrotas 3 foram com Weeden.
Após a Bye Week, o recém contratado Matt Cassel, assumiu a posição de QB , mas os resultados não apareceram e vieram fechando assim as 7 derrotas consecutivas para Dallas.

 

Mas houve esperança para Dallas, na semana 11 em jogo chuvoso contra os Dolphins, o QB titular Romo volta de lesão e comanda o time a uma vitória. Havia esperança pois todos os times da NFC East estavam com campanhas pífias, assim a esperança de nós torcedores era mantida acessa.
Porém, a bruxa estava solta, e no jogo seguinte, contra o até então perfeito Carolina Panthers, o desastre acontece, em um sack, Romo quebra a mesma clavícula que havia quebrado na semana 2.

 

Seguimos sem nosso QB titular. E amargamos a ultima posição divisão, Matt Cassel, só levou o time a 1 vitória, contra os Red Skins.
Em resumo, as lesões tiraram a chance de uma classificação para os play-offs, e mostrou quão frágil o time é sem Tony Romo. Mas mostrou que temos jogadores com enorme potencial, como Claiborne, Lee, Witten, Bailey, McClain, dentre outros.

 
Fica a esperança para a temporada de 2016, já que com as 4 vitórias somos os quartos na primeira escolha geral do draft, que ocorre em Abril, e com a colocação de uma placa de metal na clavícula de Romo.

 
Que nosso rodeo em 2016 não tenha tantas lesões.

 

Leave a Comment