PITTSBURGH STEELERS – OFFSEASON 2013

Logo Pittsburgh Steelers - Futebol Americano NFL Pick6

O que mudou:

  • Sairam: Mike Wallace, WR; Keenan Lewis, CB; James Harrison, OLB; Will Allen, S; Ryan Mundy, S; Willie Colon, G; Rashard Mendenhall, RB
  • Contratados: Guy Whimper, OT; Matt Spaeth, TE; Bruce Gradkowski, QB; William Gay, CB
  • Continuaram: Steve McClendon, NT; Emmanuel Sanders, WR; Plaxico Burress, WR; David Johnson, FB; Jonathan Dwyer, RB; Isaac Redman, RB; Ramon Foster, G; Larry Foote, ILB; Stevenson Sylvester, ILB
  • Draft: 17. Jarvis Jones, DE/OLB, Georgia; 48. Le’Veon Bell, RB, Michigan State; 79. Markus Wheaton, WR, Oregon State; 111. Shamarko Thomas, S, Syracuse; 115. Landry Jones, QB, Oklahoma; 150. Terry Hawthorne, CB, Illinois; 186. Justin Brown, WR, Oklahoma; 206. Vince Williams, ILB, Florida State; 223. Nick Williams, DE/DT, Samford

 

Análise:

Mike Wallace Pittsburgh Steelers - Futebol Americano NFL Pick6
Mike Wallace trocou o Pittsburgh Steelers pelo Miami Dolphins. (Joe Sargent | Getty Images)

Na última temporada o Pittsburgh Steelers sofreu com muitas contusões. O quarterback Ben Roethlisberger perdeu tempo machucado, assim como o running back Rashard Mendenhall, o outside linebacker James Harrison e o safety Troy Polamalu. Os reservas que entraram fizeram seu papel, mas não jogaram no nível que se esperava deles. Os veteranos fizeram muita falta. Além disso, o time sofreu com um número imenso de turnovers. Muitas interceptações cruciais no final dos jogos e fumbles em momentos decisivos. Com um time saudável no próximo ano, o Steelers espera chegar pelo menos nos playoffs.

Nesta offseason, a equipe perdeu alguns jogadores importantes. O recebedor Mike Wallace trocou o time pelo Miami Dolphins. Wallace era o alvo preferido de Ben Roethlisberger, e o principal nas jogadas em profundidade. Big Ben sentirá muito a sua falta. A equipe também perdeu o cornerback Keenan Lewis, que jogou muito bem na sua primeira temporada como titular. Trocou Pittsburgh pelo New Orleans Saints para ser o principal cornerback. Os safeties reservas Will Allen e Ryan Mundy também saíram, deixando o time sem banco. O Steelers não quis renovar com o linebacker James Harrison, que foi para o rival de divisão Cincinnati Bengals. Harrison foi o titular do time por muitas temporadas, mas com 35 anos a equipe não acredita que ele possa render a mesma coisa. O sempre machucado Rashard Mendenhall também não teve seu contrato renovado e foi parar no Arizona Cardinals.

Mesmo perdendo alguns bons jogadores, Pittsburgh não foi muito ativo durante a free agency. Basicamente, o time trouxe de volta o cornerback William Gay, que tinha trocado a equipe pelo Arziona Cardinals na última temporada. Gay deve competir pela vaga deixada pela saída de Keenan Lewis. Com a contusão de Heath Miller que ainda não sabe quanto tempo vai perder da próxima temporada, Pittsburgh trouxe o tight end Matt Spaeth. Spaeth não é tão bom quanto Miller no jogo aéreo, mas tem talento bloqueando.

Na verdade a equipe se preocupou em renovar com seus atletas e não investiram muito em jogadores de outras equipes. O recebedor Emmanuel Sanders assinou um contrato com o New England Patriots, mas como ele era um agente livre restrito o Steelers cobriu a oferta do Pats e continuou contando com os serviços de Sanders por mais uma temporada. A equipe também renovou os contratos com Jonathan Dwyer e Isaac Redman. Ambos running backs são bons reservas, mas não conseguiram carregar o time sozinhos quando Rashard Mendenhall ficou afastado. Com a saída do veterano nose tackle Casey Hampton, o time de Pittsburgh trouxe de volta Steve McClendon. McClendon jogou muito bem nas oportunidades que teve substituindo Hampton, e deve ser o futuro da franquia na posição. Pittsburgh também renovou com Larry Foote e Stevenson Sylvester, já que a posição de inside linebacker do time não tem muitos jogadores além deles.

Jarvis Jones Pittsburgh Steelers - Futebol Americano NFL Pick6
Jarvis Jones liderou a NCAA com 14 sacks na temporada passada. (Ed Zurga | Getty Images)

No draft deste ano, se tinha um jogador e uma equipe que faziam sentido um para o outro era o outside linebacker Jarvis Jones e o Pittsburgh Steelers. O calouro foi selecionado na primeira rodada, e vai ter a difícil tarefa de substituir o veterano James Harrison. No começo do ano, alguns especialistas achavam que Jones não passaria da sexta escolha, mas graças a um teste ruim no combine e uma cirurgia na coluna, Pittsburgh pode selecionar o jogador na décima sétima posição. Jarvis Jones já jogava como outside linebacker em um esquema defensivo 3-4, e vai se adaptar rapidamente ao sistema do Steelers que é bastante semelhante ao que ele jogava na Universidade de Georgia. Ele liderou a NCAA na última temporada em número de sacks, totalizando quatorze. Vai competir pela titularidade ao lado de LaMarr Woodley com Jason Worilds.

O safety Shamarko Thomas escolhido na quarta rodada é outro jogador que tinha a cara e o perfil do jogador de Pittsburgh. Para contar com o atleta de Syracuse, o Steelers teve que trocar uma escolha de terceira rodada de 2014 pela seleção de quarta rodada deste ano do Cleveland Browns. Thomas é um jogador baixo para a posição, tem apenas 1,78m de altura, mas compensa esse problema com muita velocidade e atletismo. O novato joga no mesmo estilo que Troy Polamalu, é muito físico e sem medo de acertar o adversário com fúria. Com a idade chegando tanto para Polamalu quanto para Ryan Clark, Pitttsburgh precisava pensar no futuro da posição. O cornerback de Illinois Terry Hawthorne escolhido na quinta rodada vem para suprir a saída de Keenan Lewis. Tem boa altura e velocidade para a posição, e a equipe técnica de Pittsburgh acha que ele pode jogar como safety eventualmente.

Com a saída de Mike Wallace e de Rashard Mendenhall o ataque da equipe precisava de mais armas. O running back Le’Veon Bell foi escolhido na segunda rodada com o intuito de ser o corredor principal do time. Bell é um running back alto e forte nos moldes de Steven Jackson. Corre bem entre os tackles, sabe proteger o quarterback contra blitz e ainda tem condições de receber passes. Se ficar saudável poderá ser um bom substituto para Mendenhall. Olhando para o grupo de recebedores, com intuito de aumentar o número de alvos para Ben Roethlisberger, o Steelers selecionou os recebedores Markus Wheaton na terceira rodada e Justin Brown na sexta. Wheaton vem para ser o substituto de Mike Wallace como alvo em profundidade, já que possui grande velocidade assim como Wallace. Wheaton foi o líder de recepções na história da universidade de Oregon State, com 227. Já Brown é um recebedor nos moldes de Plaxico Burress. É mais alto e pode ser um alvo perigoso na red zone. Recebeu 66 passes para 822 jardas durante o último ano na Universidade de Oklahoma. Ambos vão se juntar a Emmanuel Sanders e Antonio Brown, e vão disputar para ser o terceiro recebedor da equipe.

O quarterback Landry Jones selecionado na quarta rodada vem para competir pela reserva de Big Ben. Quando o titular do Steelers se machucou, nem Byron Leftwitch e nem Charlie Batch conseguiram substitui-lo a altura. Jones vem com o papel de ajudar o time caso novas contusões aconteçam, não deixando que a posição sofra uma queda tão grande de produção. Teve um ótima carreira na Universidade de Oklahoma, lançando para 16.646 jardas e 123 touchdowns.

Siga-nos no Twitter @NFLPick6
Visite a primeira Timeline Brasileira do Futebol Americano da NFL no facebook do NFL Pick6

Leave a Comment