TENNESSEE TITANS – OFFSEASON 2012

Logo Tennessee Titans Text - Futebol Americano NFL Pick6

O que mudou:

  • Saiu: CB Cortland Finnegan, DT Jason Jones, WR Donnie Avery, DE William Hayes, ILB Barrett Ruud, G Duke Robinson.
  • Continou: DE Dave Ball, ILB Tim Shaw, SS Jordan Babineaux, WR Lavelle Hawkins, OT Mike Otto.
  • Chegou: OLB Zac Diles, DT Leger Douzable, DE Kamerion Wimbley, G Steve Hutchinson.
  • Draft 2012: WR Kendall Wright, OLB Zach Brown, DT Mike Martin, CB Coty Sensabaugh, TE Taylor Thompson, S Markelle Martin, DE Scott Solomon.

 

Análise:

Mike Munchak Tennessee Titans - Futebol Americano NFL Pick6
Mike Munchak vai ter esse ano para provar que pode substituir Jeff Fisher a altura. (Rick Stewart | Getty Images)

O ano passado foi repleto de mudanças para o Tennessee Titans. No fim da temporada de 2010-2011 o Head Coach Jeff Fisher foi mandado embora, depois de 16 anos no comando da equipe. Para o seu lugar foi promovido o técnico da linha ofensiva Mike Munchak. Além disso, o time não renovou com o quarterback Vince Young. Para o lugar de Young, trouxeram o veterano Matt Hasselbeck. Hasselbeck já está no fim da carreira mas ainda é bom jogador. Acredito que ele vá servir de tutor pro Jake Locker. Locker foi escolhido no draft do ano passado, e o Titans acredita que ele seja o futuro da franquia.

No ataque, o Tennesse Titans carece de bons alvos. Tirando Kenny Britt, nenhum outro wide receiver impõe respeito. Nate Washington e Damian Williams não são ruins, mas não são excepcionais. Visando melhorar o grupo, o Titans selecionou o wide receiver Kendall Wright na primeira rodada do draft. No seu ano de senior, Wright pegou 108 passes para 1,663 jardas e 14 touchdowns. É um jogador veloz e muito explosivo, e vai cair como uma luva no ataque de Tennessee. O running back Chris Johnson teve uma temporada atípica neste último ano. Viveu de altos e baixos e foi muito aquém do que é capaz. Em parte porque ele não estava muito bem mesmo e em parte porque a linha ofensiva não ajudou. A linha ofensiva não conseguia abrir buracos para o running back passar. O guard Steve Hutchinson foi contratado justamente para ajudar abrir esses buracos e assim estabelecer o jogo corrido. O Titans ainda precisa encontrar um center já que a posição está defasada no time.

A defesa do Titans foi ridícula na última temporada pressionando o quarterback. Simplesmente Tennessee foi o segundo pior time em número de sacks da liga. Todos os quarterbacks tinham vida tranquila no pocket quando jogavam contra o Titans. Para melhorar esse ponto, o time contratou o defensive end Kamerion Wimbley. Wimbley teve 16 sacks nas suas duas últimas temporadas. Além disso, Tennesse draftou o defensive tackle Mike Martin e o defensive end Scott Solomon pensando justamente em infernizar a vida dos quarterbacks adversários. O Titans teve uma grande baixa na secundária. O cornerback Cortland Finnegan deixou o time para se juntar ao seu ex-técnico Jeff Fisher em St. Louis. Com Finnegan fora, o Titans precisava recompor o grupo. Foi por isso que escolheram o cornerback Coty Sensabaugh no último draft. E pensando ainda na secundária, escolheram o safety Markelle Martin na sexta rodada.

O Tennessee Titans é um time que está começando a se acertar. O objetivo é que esteja tudo redondo quando Jake Locker for o quarterback titular. Independente disso, Titans tem chances de ir aos playoffs ainda nesta temporada, já que na sua divisão tem o Indianapolis Colts em renovação e o Jacksonville Jaguars.

Siga-nos no Twitter @NFLPick6
Visite a primeira Timeline Brasileira do Futebol Americano da NFL no facebook do NFL Pick6

Leave a Comment