OAKLAND RAIDERS – OFFSEASON 2012

Logo Oakland Raiders Text - Futebol Americano NFL Pick6

O que mudou:

  • Saiu: DT John Henderson (retirement), CB Stanford Routt, S Hiram Eugene, CB Chris Johnson, TE Kevin Boss, DE/OLB Kamerion Wimbley, QB Jason Campbell, RB Rock Cartwright, WR Chaz Schilens, DE Trevor Scott, C Samson Satele, RB Michael Bush.
  • Continou: G Cooper Carlisle, OT Khalif Barnes, S Matt Giordano.
  • Chegou: QB Matt Leinart, OT Ed Wang, WR Duke Calhoun, DE Dave Tollefson, LB Philip Wheeler, RB Mike Goodson, CB Patrick Lee, CB Shawntae Spencer, CB Ronald Bartell, G Mike Brisiel.
  • Draft 2012: OT/G Tony Bergstrom, DE/OLB Miles Burris, DE Jack Crawford, WR Juron Criner, DT Christo Bulukidi, ILB Nathan Stupar.

 

Análise:

Reggie McKenzie Oakland Raiders - Futebol Americano NFL Pick6
Reggie McKenzie chega com a difícil missão de mudar o destino do Oakland Raiders. (sports.yahoo.com)

Com a chegada do novo GM Reggie McKenzie, o Oakland Raiders está limpando a casa. Quando Al Davis ainda estava vivo, a diretoria do Raiders supervalorizou seus próprios jogadores pagando mares de dinheiro sem necessidade. A primeira tarefa do novo general manager foi se livrar dos super contratos para não estourar o salary cap. O segundo passo foi contratar como Head Coach o ex coordenador defensivo do Denver Broncos, Dennis Allen. Outro ponto importante na chegada de Reggie é que ele não fará mais trocas malucas de escolhas do draft por jogadores. Faz 2 anos que o Raiders não tem uma escolha de primeira rodada. Veja, por exemplo, a última troca feita para conseguir o quarterback Carson Palmer. Para trazer Palmer, Oakland mandou para Cincinnati uma primeira rodada do draft de 2012 e uma segunda rodada do draft de 2013. Tudo isso por um quarterback de 33 anos, que fazia 1 ano que não treinava. Realmente foram escolhas de draft jogadas fora.

Com a chegada de Dennis Allen haviam muitos rumors de que o Raiders poderia mudar o esquema defensivo de 4-3 para 3-4. Mas pelo que tenho ouvido falar ele fará um híbrido entre os dois. A razão disso é que o front 7 de Oakland é melhor adaptado para uma defesa com 4 jogadores na linha. Se o Raiders quiser mesmo mudar para uma defesa 3-4 precisará encontrar um nose tackle de verdade, pois não acredito que Tommy Kelly se sairá bem na posição. Também precisará achar um ou dois rush linebackers para poder fazer o esquema 3-4 funcionar. Na minha opinião, o Raiders não tem nenhum jogador no elenco que possa se sobressair como um 3-4 rush linebacker. Acredito que essa mudança tática não vá ocorrer tão cedo, já que a diretoria de Oakland precisará encontrar as peças certas para implementar a mudança. Na secundária o Raiders também teve muitas mudanças, sairam os cornerbacks Stanford Routt e Chris Johnson e o safety S Hiram Eugene para a chegada de Ronald Bartell, Patrick Lee e Shawntae Spencer. Esses novos defensives backs precisarão se adaptar a filosofia do time.

No ataque o Oakland também é uma incógnita. Na temporada passada Carson Palmer não foi bem nos jogos que fez. Em 10 partidas, lançou para 13 touchdowns e 16 interceptações. Agora é torcer que com uma offseason completa ele se encontre com o time e jogue melhor. O rookie Terrelle Pryor, que foi selecionado na terceira rodada do supplemental draft do ano passado, pode surpreender e quem sabe se tornar em um bom quarterback para o futuro da franquia. O grupo de wide receivers do time não é ruim. São no geral recebedores muito rápidos que podem fazer boas jogadas em profundidade. Acredito que Palmer pode usar a seu favor essa qualidade do time. No caso dos running backs, os fãs do Raiders precisam rezar para o Darren McFadden não se machuque. McFadden é um dos melhores running backs da liga, mas está sempre contundido. E com a saída de Michael Bush, o segundo anista Taiwan Jones vai ter que segurar a bronca caso McFadden venha a ficar de fora.

O Oakland Raiders é um time em processo de mudança. Com certeza nessa temporada o time vai dar uma boa melhorada, mas talvez só se concretize daqui uns 2 ou 3 ano. Pelo menos os torcedores do Raiders podem ter esperanças que dias melhores virão.

Siga-nos no Twitter @NFLPick6
Visite a primeira Timeline Brasileira do Futebol Americano da NFL no facebook do NFL Pick6

Leave a Comment