SEATTLE SEAHAWKS – OFFSEASON 2012

Logo Seattle Seahawks Text Verde - Futebol Americano NFL Pick6

O que mudou:

  • Saiu: ILB David Hawthorne, DT Anthony Hargrove, G Robert Gallery, SS Atari Bigby, QB Charlie Whitehurst, TE John Carlson.
  • Continou: RB Marshawn Lynch, K Steven Hauschka, OLB Leroy Hill, ILB Matt McCoy, CB Marcus Trufant, CB Roy Lewis, FB Michael Robinson, DE/DT Red Bryant, OT Breno Giacomini.
  • Chegou: QB Matt Flynn, ILB Barrett Ruud, G Deuce Lutui, RB Kregg Lumpkin, OT Frank Omiyale, DT Jason Jones.
  • Draft 2012: DE/OLB Bruce Irvin, OLB Bobby Wagner, QB Russell Wilson, RB Robert Turbin, DT Jaye Howard, ILB Korey Toomer, CB Jeremy Lane, S Winston Guy, DT J.R. Sweezy, DT Greg Scruggs.

 

Análise:

O Seattle Seahawks ano passado não jogou tão mal quanto o seu recorde parece mostrar. A defesa jogou bem durante a maior parte da temporada, sendo uma das melhores contra o jogo terrestre. O ataque que não foi muito eficiente prejudicando mais o time.

Bruce Irvin Seattle Seahawks - Futebol Americano NFL Pick6
Bruce Irvin boom ou bust?

Primeiro vamos falar da defesa do Seahawks. Foi a 15º contra o jogo corridor e a 11º contra o ataque aéreo. Não é nada ruim, mas pode melhorar. Os dois grandes buracos defenseivos do Hawks estão na linha defensiva e no grupo de linebackers. Para a primeira o Seahawks trouxe o ex-Titans Jason Jones e selecionou no draft Bruce Irvin, Jaye Howard, J.R. Sweezy e Greg Scruggs. Acredito que com essas adições a linha defensiva do time melhore bem. Para a posição de linebacker trouxe Barrett Ruud e draftou Bobby Wagner e Korey Toomer, que acredito que dão conta de suprir a carência na posição. O que senti falta nessa off season de Seattle foi apenas trazer 1 cornerback. A posição é boa entre os titulares (não é espetacular), mas o time não possui backups que entrem no jogo e consigam manter o mesmo nível de atuação. Draftar o CB Jeremy Lane foi muito pouco para melhorar esse ponto, na minha opinião.

A grande questão do Seahawks na verdade é a posição de quarterback. Tavaris Jackson é no máximo um bom backup e olhe lá. Para isso o time contratou o ex-Packers Matt Flynn e o escolheu o quarterback de Wisconsin Russell Wilson. Acho a contratação do Matt Flynn muito boa, já que o Seattle joga um sistema west coast parecido com o de Green Bay (onde Matt Flynn foi backup durante 4 anos), e nos 2 jogos que atuou como titular demonstrou ter capacidade técnica e liderança para comandar um time. Com um grupo de wide receivers que tem Sidney Rice, Doug Baldwin e Mike Williams, Flynn deve se adaptar bem ao Seahawks.
Pete Carroll disse que trouxe todos esses quarterbacks para que ouvesse competição entre eles pela disputa da titularidade. Marshall Lynch é um ótimo running back e pode ajudar a desafogar o ataque. A linha ofensiva do Seahawks também não é ruim, mas precisa ser um pouco mais consistente na proteção para o jogo aéreo.

Só falar um pouco do draft. Bruce Irvin é considerado por muitos o maior reach do draft. Pelos scouts ele era cogitado para ser escolhido entre a 2º e 3º rodada, mas o Seahawks o selecionou na 15º posição do primeiro round. Não é de se estranhar porque o time já tinha feito isso no último draft com o OT James Carpenter. Nos últimos rounds os Seattle também fez alguns pequenos reachs, bem menos escandalosos do que a escolha de Irvin no primeiro round. Tenho muita curiosidade de ver o big board do Seattle para ver como qual que é, e se é muito diferente do os scouts acham.

Vamos ver como o Seahawks vai trabalhar com todos esses jogadores novo na offseason. Fazendo as coisas direito, acredito que o Seattle Seahawks tem grandes chances de conseguir uma vaga na NFC West para a pós temporada desse ano.

Siga-nos no Twitter @NFLPick6
Visite a primeira Timeline Brasileira do Futebol Americano da NFL no facebook do NFL Pick6

Leave a Comment